Pós-operatório

Orientação Nutricional

Recomendações importantes

Dieta do pré-operatório

Dieta do primeiro mês

Dieta de segundo mês

Dieta do terceiro mês em diante

Recomendações importantes

• 1- Não se deite logo após as refeições, para evitar vômitos.

• 2- Beba água, chás, água de coco ou bebidas isotônicas (caso não seja hipertenso) aos goles, nos intervalos das refeições para prevenir cálculos (pedras) nos rins e vesícula biliar e desidratação.

• 3- Não beba líquidos durante as refeições. As bebidas farão você se sentir cheio, antes de ter consumido alimento suficiente.

• 4- Tome o suplemento multivitamínico e multimineral recomendado pelo médico para evitar deficiência.

• 5- Adoce todos os líquidos com adoçante e beba-os lentamente.

• 6- Siga uma dieta equilibrada, mesmo que pobre em calorias, nesta fase procure incluir todos os grupos de alimentos conforme a freqüência diária a seguir:




• 7- Evite adicionar óleo ou gordura nas preparações.

• 8- Faça no mínimo seis (06) refeições diárias para evitar hipoglicemia.

• 9- As papas infantis industrializadas, assim como cremes e purês ralos podem ser consumidos a partir da segunda semana após a cirurgia.

• 10- Diariamente deve-se acrescentar na sopa um legume amarelo, um verde e uma folhosa.

• 11- A anorexia (falta de apetite) é comum, mesmo assim não exclua refeições e procure se alimentar nos horários corretos.

•12- Evite álcool

Nos três primeiros meses do pós-operatório, o paciente deverá ser acompanhado mensalmente, após isso trimestralmente e anualmente (após avaliação do nutricionista).


Volta ao topo

Dieta do pré-operatório

(se possível com pelo menos 10 a 15 dias antes da cirurgia, para diminuir peso)


ROTEIRO DA DIETA


CAFÉ DA MANHÃ:

Leite desnatado c/ adoçante OU 1 copo de iogurte light

1 fatia de mamão ou outra fruta

½ pão francês ou 2 fatias de pão integral


LANCHE DA MANHÃ:

1 FRUTA ou 1 iogurte ou 1 copo de leite desnatado com frutas


ALMOÇO:

Carne, frango ou peixe grelhados, assados ou cozidos

Verduras ou legumes refogados e temperadas

Saladas cruas

Gelatina diet OU suco de fruta OU 1 fruta

2 colheres sopa de arroz e feijão


LANCHE DA TARDE (1) 15:00 hs:

1 iogurte light com 2 torradas, queijo branco


LANCHE DA TARDE (2) 17:00 hs:

1 iogurte light ou 1 fruta ou 1 fatia queijo ou 1 copo de leite desnatado com fruta


JANTAR:

Carne, frango ou peixe

Verduras refogadas e temperadas OU - Sopa (cenoura/ chuchu/ moranga

Saladas repolho/vagem/couve-flor/carne)

Gelatina diet


CEIA:

Fruta ou 1 fatia de queijo

Chá ou refresco diet


TOMAR BASTANTE ÁGUA : mínimo 1,5 litros (3 garrafas de ml/dia) MASTIGAR BEM OS ALIMENTOS


Volta ao topo

Dieta do primeiro mês

Dieta Liquida/ Semi líquida


Objetivo: Não distender o estômago neo formado e auxiliar no processo de cicatrização.

Esta dieta fará parte do 1º (primeiro) mês pós operatório, e está dividida em 1ª, 2ª, 3ª e 4ª semana;

A alimentação deve ser de 40 ml ( 1 copo de café) a cada 15 e 20 minutos aproximadamente, devendo totalizar ao dia no mínimo 1,5 litros para o paciente ficar bem hidratado;

Não ficar mais que 2 a 3 horas sem se alimentar (poderá causar hipoglicemia, tonturas, fraquezas, cansaço, mal estar....)


Os alimentos permitidos neste primeiro mês:

Água;

Sucos de frutas (frutas de sua preferência, devendo sempre variar as frutas e preferir as bem maduras);

Caldos e posteriormente sopas coadas e liquidificadas (os caldos e sopas, devem sempre conter vegetais,
legumes e principalmente a carne: boi , ave ou peixe ---- também variando com os alimentos de sua preferência

Chás (evitar chá mate e chá preto, pois são estimulantes gástricos);

Água de coco ou bebidas isotônicas (tipo Gatorade);

Leites e derivados = iogurtes , sempre com 0% de gordura ou desnatados.

Leite de soja light

Gelatinas de preferência diet ou light.


PRIMEIRA SEMANA DA ALTA HOSPITALAR

Exemplo de cardápio para um dia:



Atenção: Separar sempre 200ml por refeição e tomar (40 ml = copo de café a cada 15 minutos);

Se preferir, a carne pode ser cozinhada á parte dos vegetais, e depois misturados, já que a mesma demora um
pouco mais para cozinhar.

Tirar toda "apara" de gordura das carnes e "pele" de aves antes de preparar ou aquecer;

Os sucos e chás devem ser adoçados com adoçante ou consumidos puros;

Deverá conter em sua alimentação diária, no mínimo 1,5 litros para se manter bem hidratado.


OBS: Leite de vaca se bem tolerado no hospital, pode iniciar em casa com o mesmo, caso contrário aguarde aproximadamente 4 dias para inicia-ló em casa.


SEGUNDA SEMANA DA ALTA HOSPITALAR

VOLUME: Separar 200ml por refeição e tomar 40 ml cada 15 a 20 minutos (01 copo plástico de café) = totalizar
1,5 a 2 litros/dia

Sugestão de cardápio para um dia:


Dicas:

O leite desnatado pode ser batido com uma fruta e coado e ou/ tomado com o suplemento indicado pelo
nutricionista;

O iogurte desnatado pode ser batido junto com o suco de gelatina diet;

Variar as frutas dos sucos e vegetais e legumes da sopa;


TERCEIRA SEMANA DA ALTA HOSPITALAR

VOLUME: Separar 200ml por refeição e tomar 40 ml cada 15 a 20 minutos (01 copo plástico de café) = totalizar
1,5 a 2 litros/dia

Sugestão de cardápio para um dia:


Dicas:

As frutas podem ser ingeridas liquidificadas ou bem amassadas;

Pode–se introduzir papas industrializadas infantis (doces ou salgadas), comprar para bêbes de 0 a 6 meses,
o pote maior!


QUARTA SEMANA DA ALTA HOSPITALAR:

Podem ser consumidos ainda na mesma quantidade (200ml, ou seja, 40 ml (1 copo de café a cada 10 / 15 minutos):

Leite desnatado com frutas; (200 ml)

Suco de frutas; (200 ml)

Gelatina light com iogurte light; (200 ml)

Fruta raspada (maçã, mamão, banana, etc...) (200 grs)

Canja liquidificada (Cozinhar uma carne, o arroz ou macarrão ou batata e vegetais, liquidificar e ingerir; (não
precisa mais coar) 200 gramas (almoço) e 200 gramas (jantar)

Água de coco; (200 ml)

Gatorade; (200 ml)

Iogurte desnatado ou 0% de gordura (200 ml)


Observações:

Não passar de 3 horas sem se alimentar; Consumir água nos intervalos; Tomar 200ml por refeição, sendo 01
copo de café 40 ml a cada 15 – 20ml; Sempre variar os vegetais, suco de frutas, frutas, legumes....


Volta ao topo

Dieta de segundo mês

DIETOTERAPIA NA CIRURGIA DE REDUÇÃO DE ESTÔMAGO SEGUNDO MÉS PÓS OPERÁTORIO


DIETA: Pastosa (Cicatrização do estômago, evitar bloqueios e vômitos)
INCLUIR NA ALIMENTAÇÃO: arroz (papa/canja), macarrão (bem cozido), purê de batata, queijos light tipo cottage, requeijão light, vegetais bem cozidos, carnes desfiadas ou moídas, pão francês torrado, bolacha água e sal, ovo pochê (cozido), geléia diet, frutas sem casca.
VOLUME: 4 colheres de sopa nas refeições e 100 a 150ml nos líquidos (líquidos separados das principais refeições)


CARDÁPIO (EXEMPLO)


CAFÉ DA MANHÃ:

½ pão francês torrado ou 2 torradas ou 2 bolachas água e sal ou 1 e 1/5 fatias de pão de forma integral c/geléia
diet ou requeijão light;

Leite desnatado (50ml) com gotas de café com adoçante ou batido com frutas OU iogurte desnatado (50 ml).


LANCHE DA MANHÃ:

Iogurte natural desnatado (50 ml) ou outras opções.


ALMOÇO:

2 c. sopa (arroz ou massa ou purê) + 1 c. sopa carne moída ou desfiada ( ou 1 ovo cozido ) + 1 c. sopa vegetal cozido.


LANCHE DA TARDE I:

fruta amassada ou raspada ou outras opções.


LANCHE DA TARDE II:

Iogurte light OU leite desnatado (meio copo).


JANTAR:

2 c. sopa (arroz ou massa ou purê) + 1 c. sopa carne moída ou desfiada + 1 c. sopa vegetal cozido.


CEIA:

torrada ou bolacha água e sal c/ geléia diet c/ leite desnatado (50 ml).


Dicas:

A comida pastosa deve ser ingerida lentamente, e em pequenas porções de cada vez, bem mastigada.
Sugere-se comer com pratos e talheres de sobremesa.

Evitar líquidos durante as refeições, pois podem provocar vômitos.

INGERIR DIARIAMENTE 1 CLARA DE OVO POR DIA = Proteína albumina.


Volta ao topo

Dieta do terceiro mês em diante

DIETOTERAPIA NA CIRURGIA DE REDUÇÃO DE ESTÔMAGO


PERÍODO: Á partir, do terceiro mês pós-operatório
DIETA: Sólida
VOLUME: 4 colheres de sopa nas refeições e de líquidos 100 a 150 ml.

Observações:

Introdução de grãos (feijão, grão de bico, ervilha, verduras e legumes crus e frutas c/ casca, mas devem ser bem mastigados.

A carne bem macia, se bem tolerada e bem mastigada, pode ser usada em pedaço pequeno : cozida, assada.

Os alimentos intolerantes nos primeiros meses podem ser experimentados novamente.

Alimentos Sólidos: NÃO INGERIR uma quantidade de alimentos maior do que a capacidade do seu "novo" estômago. Colocar os alimentos em um prato de sobremesa e comer com uma colher pequena ( de café), MASTIGANDO BEM . Evitará a sensação de " estufamento", náuseas e vômitos.

O paciente nunca deve se esquecer da ingestão de alimentos ricos em proteínas, sua necessidade diária é em torno de 40 a 60 gramas de proteínas ao dia, a seguir segue tabela com alimentos ricos em proteínas;

Sugestões para aumentar proteínas na alimentação:

Adicione duas colheres de leite desnatado em pó em um copo de leite desnatado líquido, isso pode dobrar a quantidade de proteína do leite;

Em lanches, experimente omelete, ovos cozidos; ou iogurte desnatado misturado com salada de frutas ou queijo branco pobre em gordura;

Obs: "A proteína é um nutriente que ajuda o corpo a desenvolver novas células, cicatrizar os locais da cirurgia, e manter a pele e cabelos saudáveis. A redução rápida de peso pode causar perda de proteínas; Isso pode deixá-lo fraco, cansado, com facilidade de ficar doente e, além disso, afetar a recuperação da cirurgia. Seu corpo não armazena proteína e esta deve ser resposta diariamente.

Volta ao topo


 
 

Rua Catequese, 433 - Bairro Jardim -Santo André - SP - CEP: 09090-400
Fone: (11) 2842-2222

Site desenvolvido dentro dos padrões WEB - Tableless
Copyright - Grupo Ana Rosa Ltda. - Todos os direitos reservados
Melhor visualizado em 1024 X 768